sábado, 24 de março de 2012

SAÚDE

Emagreça com saúde com essas dicas de especialistas.


Chá para desinchar

O chá para desinchar inclui ingredientes como a cavalinha, cabelo de milho e cana do brejo.


Os chás que evitam a retenção de líquidos são essencias para ajudar no emagrecimento. A receita a seguir inclui ingredientes como a cavalinha, cabelo de milho e cana do brejo, confira!

Beber chá diariamente é um grande passo para o emagrecimento e para ter um dia a dia mais saudável e auxilia muito na temida "barriguinha".

Segundo a nutricionista Cíntia Ferreira as pessoas que ingerem esse tipo de chá diariamente relatam que sentem aumento considerável da diurese. "Eles se sentem mais leves durante o dia pois percebem as extremidades como (pés e mãos) menos inchados, as roupas servem melhores, a região das coxas e da barriguinha fica mais enxuta e com aspecto da pele mais lisa, com menos ondulações, consequentemente emagrecem".

Para ficar ainda mais saboroso, pode-se incluir na receita 3 paus de canela. "O ideal é tomar aos poucos durante o dia, como por exemplo, uma garrafinha de 500 ml durante a manhã e outra a tarde".

Para fazer essa receita, você vai precisar de: 

CAVALINHA =  1 colher de sopa
CANA DO BREJO = 2 colheres de sopa
CABELO DE MILHO = 1 colher de sopa

Ferva 1 litro de água com as duas colheres de sopa de cana do brejo. Após fervura desligue o fogo. Acresente a colher de sopa de cavalinha e em seguida a colher de sopa de cabelo de milho.

Abafe por 15 minutos e coe.
Coloque em garrafas de 500 ml e ingira fracionado, não tudo de uma vez. Beba ao acordar, antes do almoço, antes do jantar e antes de dormir.
É importante guardar na geladeira em um recipiente fechado.

Tempo de Mulher: Por Paula Faciroli




Chá de alecrim para emagrecer

Chá de alecrim para emagrecer

Beber chás diariamente é um grande passo para o emagrecimento e uma vida saudável. Aprenda a fazer um composto de chá emagrecedor.

Os chás são um grande aliado no tratamento de emagrecimento. Eles colaboram no controle da ansiedade, na diminuição da retenção de líquidos e no funcionamento intestinal favorecendo o emagrecimento. A introdução dos chás diariamente é um grande passo para o emagrecimento e para ter um dia a dia mais saudável.

Um dos chás importantes para o emagrecimento é o chá de alecrim para tirar ansiedade. Composto também por ervas como garcínia e hibiscus, o chá sacia e relaxa, é indicado para pessoas muito agitadas e que descontam as emoções na comida. E acredite: em sete dias tomando esse chá você já começa sentir os resultados na redução de peso.

Segundo a nutricionista as pessoas que ingerem o chá diariamente relatam que sentem uma diminuição dos picos de ansiedade. "Eles se sentem mais tranquilos quando chegam as refeições, comem menos e assim emagrecem". O indicado é ingeri-lo sem açúcar ou então com adoçante.

"Outra dica é colocar sachês de chá de sua preferência na fervura, como chá de maçã, canela ou frutas silvestres, caso você não goste do sabor".

Para obter os resultados no emagrecimento é necessário ingerir corretamente e diariamente pelo menos um litro de chá de alecrim e outras ervas no mínimo por 7 dias. "Nesse período também diminua o sal de sua alimentação, exclua qualquer tipo de fritura, alimentos com açúcar, gordura saturada e vegetal hidrogenada".


 RECEITA:

FERVA 1 LITRO DE ÁGUA COM 2 COLHERES DE SOPA DE CASCA E FOLHAS DE GARCINIA. APÓS FERVURA, DESLIGUE O FOGO E ACRESCENTE: 1 COLHER DE SOPA DE HIBISCUS (flores secas) 1 COLHER DE SOPA DE ALECRIM.  ABAFE POR 15 MINUTOS E COE. GUARDE NA GELADEIRA EM UM RECIPIENTE FECHADO E INGIRA AO ACORDAR, ANTES DO ALMOÇO, ANTES DO JANTAR E ANTES DE DORMIR.

Tempo de Mulher: Por PAULA FACIROLI




Chia: a semente emagrecedora

Produto está disponível no mercado como óleo, farinha e grão  na foto . Imagens: Priscila Veras

Semente mexicana é a nova aposta para emagrecer. Rico em nutrientes como ômega 3 e fibras, o grão também pode ser um grande aliado da dieta, confira!

A chia promete ser a nova "queridinha" de quem busca auxílio para emagrecer. Composta por ômega 3, fibras, proteínas, cálcio, magnésio, potássio, a semente tem origem no México onde era consumida para dar força e resistência física aos trabalhadores braçais. Considerada um alimento funcional e nutricional, é fonte rica em ácidos graxos com propriedades que ajudam a controlar a fome e estimulam a perda de peso.


Os grãozinhos de chia agem de diferentes formas, uma delas é dando saciedade. Suas sementes contêm mucilaginosas ricas em fibras que, ao entrarem em contato com a água, formam uma espécie de gel no estômago. "Com uma digestão mais lenta, a pessoa fica mais satisfeita e consome porções menores durante as refeições".


A semente mexicana também combate a inflamação e desintoxica. O produto pode ser encontrado no mercado como óleo, farinha ou grão inteiro. A indicação é comer uma colher (sopa) da chia 30 minutos antes das refeições diárias como, por exemplo, café da manhã, almoço ou jantar. Ela pode ser consumida pura ou misturada em frutas, saladas, iogurtes, sucos naturais ou em comidas de sua preferência.


ÔMEGA 3: Com teor mais elevado do que o encontrado em outras sementes, a chia age no combate à inflamação e na desintoxicação. Através do ômega 3 presente no grão, o corpo recupera o controle sobre o apetite, além desintoxicar, já que a fibra regula o trânsito intestinal e limpa o organismo por meio das fezes. 'A chia ainda colabora na redução do colesterol, controla a glicemia, ajuda na formação óssea, previne o envelhecimento precoce e melhora a imunidade do organismo'.


FIBRAS: A chia é rica em fibras que favorecem o fluxo intestinal e elimina as toxinas do corpo. A vendedora Célia de Alcântara está incluindo a semente em sucos há 20 dias e diz que já sente os resultados. 'Sinto menos fome e meu intestino também passou a funcionar melhor todos os dias', disse Célia, que toma a semente batida com suco de frutas.


CÁLCIO: A semente ajuda a queimar a gordura no organismo. 'Está sendo muito bom para mim, pois já perdi 2 quilos', afirma Célia de Alcântara, adepta da chia.


MAGNÉSIO: Reduz a incidência da síndrome metabólica, que inclui o acúmulo de gordura abdominal.


POTÁSSIO: Essencial para a contração muscular, melhora o ritmo nas atividades físicas bombeamento o coração e movimento do corpo.


PROTEÍNA: Um dos nutrientes principais que o corpo utiliza para gerar energia, essencial para formação dos músculos, que queima mais calorias, está presente na chia.


COMO USAR: O ideal é comer uma colher (sopa) da chia 30 minutos antes das refeições diárias como, por exemplo, café da manhã, almoço ou jantar. Porém, não é indicado ultrapassar essa medida. 'Devido ao alto teor calórico, o excesso pode levar ao ganho de peso. Por isso é importante comer apenas a quantidade indicada'.


ONDE ENCONTRAR: A semente mexicana está disponível no mercado de três formas: óleo, farinha e grão inteiro. E pode ser encontrada em grandes redes de supermercados ou lojas específicas de produtos naturais. O preço médio da chia é de R$ 14 (pacote de sementes com 150 gramas).

Por PAULA FACIROLI

Nenhum comentário:

Postar um comentário